Adolescente de 14 anos perde a vida eletrocutada pelo celular; a forma surpreende a todos e serve de alerta

Um descuido custou a vida dessa adolescente de apenas 14 anos de idade.

O caso chocou a todos e deixou a família em pedaços, morte de forma repentina e precoce sempre causa maior comoção e consequente dor nos amigos e ente queridos. Uma menina de apenas 14 anos de idade descuidou com o cabo do carregador do celular e esse descuido lhe custou a vida.

Conforme consta no boletim de ocorrência, a adolescente foi encontrada caída na cama, não respondia a estímulos e foi conduzida por seus pais para a emergência do hospital próximo de sua casa. Mas infelizmente nada pôde ser feito e o óbito foi confirmado pela equipe médica, que atestou óbito por eletrocussão.

Os pais da menina, tão obediente, sonhadora, estudiosa e cheia de vida, se desesperaram e precisaram ser amparados pela equipe de enfermagem do hospital. Passado um bom tempo, os pais resolveram conceder entrevistas e divulgar os por menores de tudo o que aconteceu, conforme o que sabem e de acordo com a conclusão da perícia policial.

O fato que deixou a família para sempre enlutada, se deu da seguinte forma: o cabo do carregador do Iphone da menina apresentou defeito e uma parte do fio estava quase à mostra, ela então passou fita adesiva a fim de se proteger contra choque elétrico quando fosse carregar o aparelho de telefone.

Ela usou o carregador dessa forma por alguns dias, mas em uma determinada noite, já deitada em seu quarto, o celular descarregou e ela o colocou para carregar como tinha costume, do lado da cama tinha uma mesinha e ali deixou o celular carregando e caiu no sono. Durante o sono a jovem rolou para o lado e enroscou o braço no fio do carregador, justamente no lugar onde estava encapado, e foi eletrocutada imediatamente, segundo laudo da perícia médica legista.

Os investigadores da polícia ao averiguarem o quarto onde o fato aconteceu, encontraram o cabo queimado na cama da vítima, então juntando a outras provas, ficou comprovado que a vítima perdeu a vida enquanto dormia, foi morte instantânea, ela não teve chance de gritar por socorro.

Infelizmente noticiamos um caso tão triste como esse, mas fica o alerta para todos, a vida é uma só, não podemos desafiar e brincar com o perigo.