Avião com militares israelitas chegam em MG; Saiba tudo

Foram enviados soldados, cães farejadores e sonares usados em submarinos para localizar pessoas em grandes profundidades,

Chegou agora a noite o avião com 136 militares de Israel, entre eles 30 são mulheres. A aeronave pousou na noite deste domingo (27) no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), aguardava no aeroporto para recepcionar os israelitas.

O governo de Israel enviou os soldados, cães farejadores e sonares usados em submarinos para localizar pessoas em grandes profundidades, com alta qualidade de recepção de imagem e detectores de vozes e ecos. São cerca de 16 toneladas de equipamentos para ajudar a equipe que já está trabalhando em Brumadinho.

O governador do Estado de Minas Gerais, Romeu Zema, e o secretário de Segurança Pública, General Mário Araújo, receberam os militares no aeroporto de Confins. Em seguida, o governador se reunirá com a delegação para discutir as propostas da ação.

Na segunda-feira dia 28, logo nas primeiras horas do dia os trabalhos serão iniciados com o reconhecimento do local e o planejamento para as instalações dos equipamentos israelenses. A previsão é de que as atividades durem uma semana, podendo ser prolongadas caso necessário.

Enquanto os israelitas se preparavam para embarcar para Minas Gerais, o povo de Brumadinho viviam um pânico ao soar da sirene neste domingo (27). A noticia era inacreditável, pesarosa e deixou Minas e todos os demais brasileiros preocupados. Quando esperávamos noticias positivas toca a sirene com ordem para que todos evacuassem. O alarme de emergência apitou às 5h30 da manhã, causando temor e aflição geral, a maioria ainda dormiam, mas foram acordados com o barulho alarmante e imediatamente abandonaram as suas casas.

Naquele instante era então anunciado o risco de rompimento da B6, confirmado pelos técnicos da Vale. A água foi bombeada pelas equipes dos bombeiros e o risco foi eliminado. Seria uma catástrofe.Todo estavam apreensivos até que horas mais tarde uma outra noticia foi repassada em boletim oficial comunicado pelo porta-voz da Defesa Civil de Minas Gerais, o tenente-coronel Flávio Godinho que disse para o site da BBBC, que a represa B6 não corre risco de se romper. O anúncio permitiu também que o Corpo de Bombeiros informasse às famílias evacuadas da região a possibilidade de retorno às suas casas.