Luto! Jovem atleta de 15 anos é eletrocutada por causa do celular

Lutadora russa morre eletrocutada após acidente com iPhone.

Uma notícia trágica deixa o esporte de luto, juntamente com toda a Rússia, por onde chega a notícia da morte da atleta russa, de apenas 15 anos de idade, causa tristeza e comoção. A jovem faleceu no mesmo instante do incidente, que aconteceu enquanto ela tomava banho no banheiro de sua casa.

A lutadora Irina Rybnikova, era campeã nacional de pankration, uma modalidade de MMA que se dá pela junção de luta livre com o boxe. De acordo com as informações coletadas através da imprensa russa, a adolescente seria integrada na seleção da Rússia por conta de seu bom desempenho e de sua mais recente vitória. Era uma atleta promissora e muito querida em toda a Rússia.

A adolescente campeã residia na cidade de Bratsk, na Sibéria, região central da Rússia, foi a óbito de maneira terrível e inesperada, quando o Iphone que estava ligado no interruptor para carregar a bateria, caiu dentro da banheira onde a loira estava tomando banho. O celular ao entrar em contato com a água causou o choque elétrico que levou Irina a partir de maneira trágica e precoce.

A Imprensa falada e escrita da Rússia comunicou que a irmã da jovem lutadora, chamada Tatiana, de 25 anos de idade, achou que a irmã estava demorando demais no banho e resolveu entrar no banheiro para ver se estava tudo bem, foi quando para sua maior tristeza e consternação, se deparou com Irina já sem vida, e o aparelho caído dentro da banheira.

Em entrevista ao Jornal “Komsomolskaya Pravda”, Tatiana disse: “Minha irmã caçula era uma menina linda, de coração bom, batalhadora. Nossos corações estão partidos“, lamentou a irmã de Irina. “A casa fica tão silenciosa e vazia sem ela aqui, não sei como será daqui para frente, sem ela”. Concluiu.

A adolescente já colecionava vitória e enchia o seu país de orgulho, ela era campeã da antiga arte marcial conhecida como Pankration – que surgiu da união da luta livre e do boxe, e estava se preparando para uma competição que aconteceria nos próximos dias.

Ela sonhava se tornar campeã mundial”, disse um amigo. Em nota, a federação de esporte da Rússia lamentou o falecimento de Irina e declarou que a adolescente era uma “menina muito amada“. Finalizou.