Marido descobre que sua esposa foi enterrada viva um dia após seu sepultamento; vídeo

As mãos da jovem estavam com hematomas, indicando que ela estava realmente viva, lutando para tentar sair de lá.

Uma misteriosa história intriga até hoje a população do país de Honduras, na América Central. O caso aconteceu no ano de 2015, mas até hoje nem a medicina conseguiu explicar o que de fato houve com a jovem Neysi Perez, de 16 anos.

A primeira morte

De acordo com os parentes da jovem tudo começou devido ao susto que Neysi levou, eles contam que ela se levantou a noite para ir ao banheiro que fica do lado de fora da residência e ouviu disparos de tiros, isso teria a deixado em pânico, que evoluiu para um colapso.

A jovem começou a espumar pela boca e inicialmente seus familiares por serem muito religiosos acreditavam que se tratava de um problema espiritual, que ela estava possuída por algum demônio, um padre chegou a ir até a casa da família para exorcizá-la, mas como não houve melhoras, resolveram procurar ajuda médica.

Mas infelizmente ela foi declarada como morta pouco depois de dar entrada no hospital, segundo os médicos, a morte se deu em decorrência de um ataque cardíaco. Ela foi sepultada naquele mesmo dia com seu vestido do seu casamento. Familiares e amigos emocionados se despediram da jovem Neysi.

A segunda morte

Segundo os familiares, Neysi foi dada como morta por um erro médico, e só descobriram que ela ainda estava viva um dia após seu sepultamento, quando seu esposo Rudy González voltou ao cemitério para deixar flores no túmulo, ouviu ruídos estranhos vindo de dentro da sepultura, desesperado, chamou o coveiro.

Com a ajuda do coveiro eles resolveram abrir o túmulo para se certificarem de que a jovem ainda estaria viva, ao abrirem, perceberam que o vidro do caixão estava trincado e as mãos de Neysi estavam com hematomas, indicando que ela estava realmente viva, lutando para tentar sair de lá. Rapidamente a levaram para o hospital, ela foi socorrida, no entanto, os médicos constataram que ela não estava mais viva e duas horas depois seu corpo voltou a ser sepultado no mesmo local.

Segundo familiares e testemunhas, afirmaram que ela estava realmente viva e que sua morte foi devido ela ter ficado sem ar dentro do caixão. Várias pessoas, namorado, amigos, familiares e os próprios funcionários do cemitério, testemunharam terem ouvido os ruídos vindos de dentro da sepultura.

A família culpa o hospital que deu o atestado de óbito, entraram com um processo e garantiram ainda que também iriam processar os médicos que a atenderam após a “exumação”.

O acontecimento chocou a população

Esse misterioso acontecimento deixou a população sem resposta, mesmo tendo acontecido em 2015, ainda hoje continuam comentando e discutindo novos dados, e eles seguem as investigações. O Daily Star e o The Mirror, tabloides britânicos, também voltaram a contar o que ocorreu naquele enterro, que continua mal explicado.

A versão dos médicos é que Neysi foi enterrada morta e que os ruídos que seu marido diz ter ouvido eram parte de uma encenação para chamar a atenção. O fato é que até agora não se sabe ao certo o que realmente aconteceu.

Assista ao vídeo: