Morte de jovem pode ter sido motivada por briga nas redes sociais

O que leva um ser humano a tirar a vida de outra pessoa?

Nada justifica a violência de alguém que é capaz de tirar a vida de outra pessoa. O ser humano ao longo dos anos tem se perdido no meio de tantas coisas que vem vivendo e se tornando cada vez mais duro a ponto de cometer barbaridades sem sequer se importar com isso.

A prova disso está nos noticiários da TV e pelas ruas, todos os dias pessoas perdendo a vida por causa de um celular ou por uma nota de 10,00. Quanto vale uma vida? Um tênis de marca? Uma pedra de craque? Enfim, cada dia que se passa fica mais difícil de entender onde vamos parar com tanta frieza nos corações e vivemos com a incerteza de que nunca iremos conhecer uma pessoa totalmente, pois em algum momento ela acaba cometendo algo que nos surpreende.

Uma desavença nas redes sociais pode ter sido o motivo da morte da jovem Mharla Tayná Vilhena Pantoja de 24 anos, que foi morta a tiros no Bairro Jurunas em Belém, a Polícia Militar informou que uma mulher que estava na garupa de uma moto foi quem efetuou os disparos contra jovem.

O crime teria acontecido por volta das 07h30min, enquanto ela voltava para sua casa de bicicleta depois que tinha acabado de deixar o filho de 5 anos na escola. As testemunhas informaram que uma moto se aproximou com duas pessoas e a mulher fez os disparos.

Amigos e familiares lamentaram morte da jovem que perdeu a vida tão cedo, jovem e cheia de planos que foram interrompidos por outra mulher. De acordo com informações da Polícia Civil, a mulher efetuou 6 disparos que atingiram a cabeça e as costas de Mharla, e que ela teria sido seguida pela autora do crime desde o momento que saiu de sua residência. O celular de Mharla não foi encontrado e a polícia acredita que tenha sido levado ou roubado por moradores próximos ao local.

Mharla perdeu a vida no auge da juventude por um motivo que apesar de não ter sido revelado, parecia ser algo fútil, mas quem mais perdeu em toda essa história foi o filhinho da jovem de apenas 5 anos, que agora irá crescer sem ter a mãe por perto, sem seu abraço e seu carinho de mãe que é insubstituível na vida de uma criança.