Mulher perdoa o marido que quase tirou sua vida e ainda o visita duas vezes por dia na prisão

Até onde deve ir a capacidade de alguém perdoar o outro por amor?

A história de Shannon é um caso que foge da compreensão de todos quando ficam sabendo o que aconteceu com ela, pois mesmo depois do horror que viveu, ela foi capaz de perdoar o marido e ainda o visitar na prisão duas vezes ao dia.

O caso assustou até os juízes que ficaram impressionados ao ver a mulher defendendo o homem que lhe causou tanto mal. Esse caso também tem causado muita polêmica na Inglaterra. Shannon Barnard, de 21 anos, foi capaz de defender na corte o marido que estava preso sobre acusação de tê-la esfaqueado 46 vezes.

Depois que Shannon descobriu que seu marido estava tendo um caso extraconjugal, ele a atacou enfurecido com uma faca na mão gritando “você tem que morrer”, e desferiu contra ela 14 facadas no peito, 10 no abdômen e mais 22 golpes em diversas outras partes do corpo.

Shannon ficou entre a vida e a morte por 17 dias e os médicos disseram que foi um milagre ela ter sobrevivido. Shannon chegou ao hospital com os dois pulmões perfurados e correu risco de vida.

Na época, ela contou para a polícia: “Eu senti cada facada. Ele tentava se livrar dos meus braços para me esfaquear mais uma vez”.

Mas o que deixou todos assustados foi o fato de Shannon dizer diante do juiz e de todos que estavam presentes que perdoou o marido e que ainda tinha sonhos e planos com ele apesar de todo o mal que ele lhe causou.

“É claro que o perdoei. Quero apenas que nós dois fiquemos juntos e tenhamos a família que sonhamos”, falou.

Ainda de acordo com informações do site, Shannon visita o marido, que por causa da tentativa de homicídio contra ela foi condenado a 20 anos de prisão, duas vezes por semana. O amor é mesmo um sentimento que foge da nossa compreensão.

Todo dia, quando Shannon se levanta de manhã e olha para seu corpo, ela pode ver e verá pelo resto de sua vida aquilo que ele fez com ela, mas nada disso foi capaz de diminuir o amor que ela carrega em seu coração pelo marido.