Record informa que 5 pessoas desaparecidas em Brumadinho foram encontradas com vida

A terceira semana de buscas pela região de Brumadinho após o rompimento da barragem já começou, confira

A terceira semana de buscas por desaparecidos na região de Brumadinho já se iniciou e recentemente algumas verificações mais precisas e apuradas foram capazes de concluir que cinco pessoas que antes estavam classificadas como ‘desaparecidas’, deram notícias e estavam abrigadas com amigos e parentes.

Uma reportagem divulgada pela Rede Record de Televisão informou que pela primeira vez desde o rompimento da barragem da empresa Vale em Brumadinho, estado de Minas Gerais, o número de pessoas mortes superou o número de pessoas desaparecidas.

A repórter informou que atualmente as autoridades confirmaram 165 mortes e o desaparecimento de 155 pessoas. Há 3 semanas atrás um verdadeiro mar de lama varreu a região de Brumadinho deixando o mundo inteiro de luto.

No dia 25 de janeiro, uma sexta-feira, no horário de almoço, a barragem da mineradora Vale não suportou e se rompeu na Região Metropolitana da cidade de Belo Horizonte. O caso repercutiu mundialmente e foi noticiado por jornais de muitos países.

No sábado, dia 26, os bombeiros já estavam em ação procurando sobreviventes, mortos e tentando encontrar as pessoas que estavam desaparecidas. Os profissionais informaram que as sirenes de emergência no tocaram o que poderia ter salvo a vida de centenas de pessoas.

A ONU (Organização das Nações Unidas) lançou uma nota oficial oferecendo apoio ao Brasil após a tragédia de Brumadinho e milhares de pessoas de todos os cantos do país se voluntariaram para ajudar os bombeiros e os policiais nas buscas pela região.

Muitas pessoas acreditam que o rompimento só aconteceu por negligência por parte da empresa Vale. Investigações estão em andamento para concluir se o desastre foi natural ou existe um culpado por trás de tudo que aconteceu.

A empresa no sábado divulgou uma lista informando os nomes de pessoas que ainda não foram encontradas, 192 resgatados com vida e outros 392 localizados. Na segunda semana de buscas, choveu na região o que facilitou o trabalho dos bombeiros.

A chuva fez com que o solo não ficasse tão duro, tornando as buscas mais fáceis. Helicópteros do Corpo de Bombeiros permaneceram durante dias e noites fazendo a ronda por Brumadinho a fim de encontrarem sobreviventes perdidos.