Tatá Werneck se emocionou ao descobrir que ex-namorado morreu em deslizamento provocado pelas chuvas do RJ

Tatá usou a rede social para expressar sua tristeza, ela se solidarizou com a dor da família e deixou uma mensagem de condolência.

A apresentadora Tatá Werneck, do Lady Night, tomou conhecimento através do Jornal Nacional, na Rede Globo, da morte de Mário Salles Pereira de Lucena, de 36 anos, que teria sido o seu primeiro namorado. A apresentadora ficou muito emocionada com o acontecido e desabafou nas redes sociais. O caso aconteceu no dia 8 de fevereiro desse ano.

Tatá usou a rede social para expressar sua tristeza, ela se solidarizou com a dor da família e deixou uma mensagem de condolência a todos da família por sua perda. A apresentadora falou em seu Instagram sobre a forma como o governo do Rio não tem preparo algum para lidar com situações emergenciais:

“Hoje vendo o Jornal Nacional, além de toda a tristeza de ver tanta gente perdendo tudo, vendo tanto despreparo para sermos socorridos em momentos como esse (eu por ex dormi num carro no JB porque não conseguia voltar- mas isso não se compara em nada com o que muitas pessoas viveram ontem e eu sinto muito).”

Tatá Werneck relembrou ainda como conheceu o ex Mário Salles e confessou que ele teria sido o seu primeiro amor, aqueles de infância, o primeiro namoradinho e que estaria muito triste pela morte dele que hoje era um grande amigo:

“Mas o fato é que pelo JN vi que meu primeiro amor, de criança, meu primeiro namoradinho da escola e amigo desde então, era uma das duas vítimas do ônibus atingindo pelo deslizamento. Queria prestar uma homenagem a você, Marinho. Uma pessoa doce, de coração bom, filho único, amado, com dois filhos, esposa, que levava uma vida simples e deixa muita tristeza. Nossa infância foi linda e doeu muito receber essa notícia. Beijos pra minha amiga amada @ninalucena, pra sua mãe Perla que tanto cuidava do Marinho e amava. Parece que o mundo está pedindo socorro pra nós. Que a natureza está  sufocada. E pedindo socorro e sufocados nos sentimos também.”

O deslizamento fez mais uma vítima além de Mário Salles, a terra que desmoronou teria caído em cima do ônibus que chegou a ser jogado contra a mureta invadindo a ciclovia Tim Maia, quase caindo da encosta.